Tu navegador (Internet Explorer 7 o anterior) está obsoleto. Tiene fallas de seguridad y no puede mostrar todas las características de este y otros sitios web. Aprende a actualizar su navegador.

X

Navegar / buscar

DESCOBRIREMOS O DEUS MENINO AO NOSSO LADO NESTE NATAL?

Há muitas imagens que as pessoas estão fazendo de Deus ao longo da história e também hoje. Para alguns, é uma ideia, uma falsa ilusão, alguém distante, um ser todo-poderoso, um juiz implacável, um bom professor, um asceta, alguém exigente para os humanos, um ser gentil, um criador que terminou seu trabalho…
E, entretanto, Deus se torna um filho a cada Natal, uma criança fraca e desprotegida, nascida nos arredores de uma pequena cidade em um país sempre em conflito. Ele nasceu fora de sua casa, fora da cidade, inesperadamente, embora muitos o esperassem na forma de um Messias… com outro aspecto! Poucos perceberam esse nascimento. Apenas algumas pessoas simples, alguns pastores. Apenas alguns magos do exterior. Apenas um rei tão injusto e miserável que viu sua situação em perigo por causa de uma criança.
E, no entanto, era hora de começar a contar a história, quando o próprio Deus entra nela pessoalmente, não só como criador, mas também como criatura através de uma mulher jovem e simples, graças a um homem que confia nos seus sonhos e em Deus. Muitas vezes, buscamos Deus onde ele não está. Ele geralmente está nos arredores da cidade, entre as pessoas simples, na cruz daqueles que estão sofrendo, na comunidade daqueles que compartilham a vida e trabalham para os outros, nos mais pequenos e esquecidos…
Todos os recém-nascidos são para nós uma recordação de que Deus se apresenta como uma criança “todo carente”, aquele que se coloca em nossas mãos, aquele que se torna vizinho, aquele que exige nossa atenção, aquele que quer viver como um de nós em nosso meio.
Calasanz sabia descobrir Deus nas crianças pobres, quando precisamente estava procurando por Deus entre aqueles que tinham mais possibilidades na Igreja.
Tudo isso é um chamado para nós hoje. Quando o Natal se aproxima, como cada vez que nasce uma criança, a mensagem é que Deus não perdeu a esperança nos homens. Deus se torna um filho para salvar o mundo. Nossa missão como escolápios é fazer um mundo onde todas as crianças possam nascer e crescer.
Descobriremos o Deus Menino ao nosso lado neste Natal? 

http://escolapios.org.br/noticias/208-natal-pe-javier-aguirregabiria

Dejar un comentario

nombre

correo electrónico (no publicado)

sitio web