Tu navegador (Internet Explorer 7 o anterior) está obsoleto. Tiene fallas de seguridad y no puede mostrar todas las características de este y otros sitios web. Aprende a actualizar su navegador.

X

Navegar / buscar

MOVIMENTO CALASANZ EM BRASIL

Después del Concilio Vaticano II, de las Conferencias Latinoamericanas, la Iglesia de Brasil publicó un precioso documento llamando a la «catequesis renovada». Los escolapios, en 2012, ponen en marcha el Movimiento Calasanz como proceso educativo y pastoral para acompañar a los jóvenes en su crecimiento y ayudarles a descubrir su propia vocación.

Así en Brasil se revitaliza la labor pastoral con los niños y jóvenes con esta iniciativa escolapia tan coherente con la llamada de nuestra Iglesia.

A catequese, depois do Concílio Vaticano II, tem recebido um grande impulso no que diz respeito a sua renovação conquistada durante anos. Além desse impulso da Igreja no contexto mais amplo (Conciliar), outros momentos estimularam a Igreja do Brasil para avançar para águas mais profundas do universo catequético: Conferência Latino Americana de Medellin que nos pedia: “A catequese atual deve assumir totalmente as angústias e esperanças do homem de hoje, a fim de oferecer-lhe as possibilidades de uma libertação plena, as riquezas de uma salvação integral em Cristo, o Senhor. Por isso, deve ser fiel à transmissão, não só da mensagem bíblica em seu conteúdo intelectual, como também à sua realidade vital encarnada nos fatos da vida do homem de hoje.” No Brasil, o grande passo dado em relação à catequese foi com o documento “Catequese Renovada” que nos fez um grande apelo: «A catequese é uma urgência. Só posso admirar os pastores zelosos que, em suas Igrejas, procuram responder concretamente a essa urgência, fazendo da catequese uma prioridade!»

A partir desse apelo da Igreja e a mudança de época, nós escolápios, nos sentimos responsáveis de oferecer um parecer que esteja de acordo com a necessidade expressada para esse momento. Buscamos assumir um novo rumo no seio das Escolas Pias, ou seja, todo o caminho, feito pela igreja particular, foi sendo assumido numa nova e ousada proposta de se viver e experimentar a Palavra de Deus em toda a Ordem dos padres Escolápios que continuam num processo de crescimento contínuo. Para responder estas urgências catequéticas, foi proposto, em 2012, um novo itinerário catequético que contemplasse um caminho de experiência mais profundo aos destinatários da missão Escolápia.

O novo seguimento que propomos é o Movimento Calasanz (MC). Não buscamos revogar a catequese, porém, dar um novo sentido a ela. Nele (MC), propomos um itinerário catequético vivo e cheio de esperança onde os próprios destinatários são protagonistas do seu processo por meio de uma participação ativa nos encontros que realizamos junto a eles. Esse estilo de viver o (querígma) o anúncio da Palavra nos faz lembrar o modelo das primeiras comunidades cristãs de viver e celebrar a sua fé. Nesse aspecto, desejamos que nossas crianças, adolescentes, jovens e adultos tenham suas experiências com base à necessidade psicológica de cada faixa etária. Preocupamo-nos com o modo de anunciar o Evangelho para todas as pessoas que buscam aprofundar-se no universo da Palavra de Deus.

Assumindo essa proposta de passagem, esse percurso nos conduzirá, simbolicamente, nos caminhos realizados na evangelização de Jesus e seus discípulos. Pretendemos levar as crianças, adolescentes e jovens a terem um encontro pessoal com a pessoa de Jesus. Para alcançar essa afinidade com Jesus, temos como meio a oração pessoal e comunitária, assim como, os sacramentos que são recebidos ao longo desse caminho e que nos enriquece a fé, a própria Palavra de Deus e a nossa relação com as pessoas principalmente as mais vulneráveis da nossa sociedade.

Assim sendo, propomos a passagem de etapas que contemplam crianças de 4 anos até a juventude, tendo ainda como proposta a desembocadura na fraternidade escolápia e a vida religiosa como continuação e resposta à vocação que tem como carisma “Piedade e Letras” do nosso fundador, São José de Calasanz.

Etapas desse percurso:

  • Belém – 04 a 05 anos
  • Galileia – 06 a 07 anos
  • Betânia – 08 a 09 anos
  • Emaús – 10 a 11 anos
  • Jerusalém – 12 a 13 anos
  • Pentecostes – 14 a 15 anos
  • Juventude – a partir de 16 anos

Enfim, queremos oferecer um novo modo de educar, anunciar e transformar nossa sociedade por meio da fé em Jesus e ao modo de evangelizar ao estilo de Calasanz.

Tomado de http://escolapios.org.br/noticias/274-movimento-calasanz-reflexao-por-pe-alex

Dejar un comentario

nombre

correo electrónico (no publicado)

sitio web